sábado, 25 de novembro de 2006

TÍLIAS MONUMENTAIS DERRUBADAS!


Ontem Portugal continental foi varrido por um temporal de meter medo. A Natureza em autêntica fúria. Pelas 16 horas, a zona de Leiria suportou chuvas diluvianas e ventos ciclónicos. Claro que o rio Lis, mais uma vez, fez das suas e galgou o leito inundando as zonas mais baixas, incluindo áreas abrangidas pelo Programa Polis. Obras em curso, que nem sei como estarão, algumas delas. Visível para mim foi o facto de que duas tílias monumentais, as meninas dos nossos olhos, no Jardim Luís de Camões, no centro da cidade, caíram estrondosamente. Por sorte, diria mesmo, por milagre, ninguém se feriu. Mas ficámos nós, os que VIVEM LEIRIA, tristes. Muito tristes.
Aquelas árvores acompanharam muitas vidas! Eram a alegria da parte sul do Jardim, agora em profunda remodelação. Vamos lá a ver qual vai ser o resultado final.
A fotografia acima foi tirada já era noite, 20 horas, regressávamos a casa.
Mais pobres e desolados!...
-
Desgraçada maneira de começar um blogue carregado de boas intenções!...

ESTATUTO EDITORIAL


O presente blogue, "Dentro de ti ó Leiria", vai reger-se pelos seguintes princípios básicos:
  1. Aqui serão publicados temas alusivos a Leiria, cidade e concelho;
  2. A prioridade das publicações será para questões de carácter positivo para esta região de Leiria;
  3. ou seja, vai-se predominantemente "bem-dizer" em vez de "mal-dizer" de Leiria e das suas instituições;
  4. Só em casos de relevo assinalável se publicarão opiniões que mal possam dizer de individualidades, instituições ou factos referentes a Leiria; mesmo assim sempre com a intenção de contribuir para a melhor solução dos problemas de interesse para a região;
  5. Serão admitidos comentários previamente analisados pelo autor deste blogue;
  6. Prevê-se a colaboração de outros bloguistas que comunguem destes princípios orientadores.
Contacte-me: nunes.geral@gmail.com

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Leiria, Portugal
Um Viseense tão Leiriense como os que o são... O que me vai ocorrendo...