sábado, 16 de dezembro de 2006

DIZER BEM do que está BEM

Acerca do conteúdo do Estatuto Editorial, recebi um link que insinuava que este blogue foi criado para fazer o frete à Câmara Municipal de Leiria.
Errada suposição!
-

Que eu saiba, há blogues sobre Leiria em que a única e exclusiva acção é no sentido de menosprezar o que se faz e o que não se faz mas devia (não se diz como) fazer em Leiria. E não estou a pensar somente na actuação da Câmara Municipal de Leiria. Há mais vida para além da que emana da actuação directa dos serviços Camarários e dos seus vereadores e Presidente.
As Juntas de Freguesia são parceiros insubstituíveis tendo em vista a criação de condições para o bem-estar dos cidadãos que vivem, lutam e morrem na área geográfica da sua jurisdição.
E que dizer das Associações Desportivas, Recreativas, Culturais e de Solidariedade, que acabam por se substituir às obrigações da competência do Estado, e cujo sacrifício em tempo de trabalho pessoal cívico e financeiro não é, as mais das vezes, sequer considerado nos estereotipados relatórios institucionais das actividades que se desenrolam no Concelho?
Como tive ocasião de realçar, o blogue http://dentrodetioleiria.blogspot.com não foi criado para ser criado de ninguém.
Simplesmente, apetece-me dizer BEM do que me parece que está BEM!
Críticas? Construtivas, podem contar com elas!...

sexta-feira, 15 de dezembro de 2006

Largo 5 de Outubro de 1910 - arbustos

Informaram-me, hoje, que os arbustos que estão a ser plantados no novo chão do Largo 5 de Outubro em Leiria (o que fica em frente ao Banco de Portugal) se chamam "lantanas".




Existem várias espécies de lantanas, sendo que as que estão a ser plantadas virão a florir com dois tons: roxo e amarelo/laranja, consoante os canteiros.
A foto ao lado e o texto a seguir foram retirados do site



"É largamente cultivada para bordaduras e maciços em climas tropicais e subtropicais, devido às cores das suas flores. Em climas temperados cultiva-se como planta anual.Exige poucos cuidados por ser uma planta rústica. Gosta de clima quente e úmido e solo arenoso e rico em matéria orgânica. Precisa ser regada com freqüência nos primeiros meses após o plantio e uma vez por quinzena quando não chover. Prefere sol pleno. É bom podar apenas os ramos secos, doentes ou mal formados. Propaga-se no verão através da estaquia da ponta de ramos."
Estas plantas já não serão novidade para Leiria, que já são visíveis noutras zonas ajardinadas e já as havia no Jardim Luís de Camões, versão anterior.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

CARTÃO de BOAS FESTAS

Cartas do Perú dos Olivais

Acácio de Paiva foi, como já repetidamente aqui tem sido referido, um insigne poeta Leiriense e, justamente, considerado o maior poeta humorista português.
Dada a sua ligação com a família Paiva que acabei por integrar a partir de 1968, é natural que me tenha disponibilizado de há mais de uma década, a divulgar o seu nome e a sua obra, sempre que me surja alguma oportunidade.
Aconteceu que, muito recentemente, por via dos contactos que se vão estabelecendo através desta teia dos blogues, a minha querida amiga “maria_marota” (nome de blog), porque também comunga deste sentimento de admiração pelo poeta Acácio de Paiva, utilizou o seu sítio na Net para o divulgar, com a maestria que os bloguistas lhe reconhecem, dois poemas bastante representativos do estilo deste poeta da primeira metade do séc. XX. Época em que viveu, que poeta é e continuará a ser devidamente considerado, ad eternun.
Nesta oportunidade quero deixar aqui expressos os meus agradecimentos à disponibilidade desta amiga que mais justificados se tornam já que há dias me enviou uma belíssima gravação das “cartas do Perú dos Olivais” poemas de referência do talento e da consagração de Acácio de Paiva. A voz que encorpou esta singela homenagem é de Luis Gaspar e pode ser apreciada seguindo o link http://www.truca.pt/boas_festas.mp3

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Leiria, Portugal
Um Viseense tão Leiriense como os que o são... O que me vai ocorrendo...