quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Rio Lis - pintura de Manuel Filipe


Manuel Filipe
Rio Lis

Quadro do espólio do
Museu Maria da Fontinha
Além do Rio
Castro Daire





Este Museu foi fundado por Arménio Vasconcelos entre 1982 e 1984.
Está a comemorar o 25º Aniversário da sua inauguração oficial, que foi em 5 de Agosto de 1985 pelo Gen. Ramalho Eanes, então Presidente da República Portuguesa.
As cerimónias do Aniversário serão à data de 8 de Agosto de 2009. Com um programa que se prevê imponente.
Posted by Picasa

domingo, 2 de agosto de 2009

Rio Lis - Grandes cheias antigas

Em Maio de 1974, João Cabral, que eu conheci pessoalmente, nos seus passeios intermináveis no Largo da Só, ora sozinho e absorto nos seus pensamentos, ora conversando animadamente com algum dos seus familiares Hingá´s, publicou sob edição da Câmara Municipal de Leiria, de 1993 - 2ª edição, os célebres e utilíssimos "ANAIS DO MUNICÍPIO DE LEIRIA", em 3 volumes.

Escreve João Cabral, na sua DEDICATÓRIA":

"Aos estudantes de todos os estabelecimentos de ensino da cidade de Leiria, que tantas dificuldades têm encontrado nos seus estudos das coisas leirienses, ofereço e dedico, com a humildade que sempre tive por privilégio, este modesto trabalho."

Ao dar mais uma vista de olhos neste trabalho, à procura de alguma informação sobre a Quinta de Santo António do Freixo, ali para os lados do Alqueidão das Cortes, dei com esta informação, a propósito das cheias do Rio Lis antes da regularização do seu leito, em plena cidade:
..." também foi grande cheia a de 21.12.1600 que inundou Leiria com cerca de 1,5 metros de água, no Largo Paio Guterres, como o prova uma inscrição que está na primeira casa da Rua Acácio de Paiva a entestar com aquele largo, cujos dizeres são: EM DIA DE S. TOMÉ DE 1600 DEU POR AQUI A ESPANTOSA CHEIA."

O Largo Paio Guterres é mais cinhecido por Largo do Gato Preto.

Os dizeres referidos lá estão no local descrito. Só se lamenta é que estejam parcialmente tapados com um tubo da EDP.

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Leiria, Portugal
Um Viseense tão Leiriense como os que o são... O que me vai ocorrendo...